16/03/2009

... janelas ...

Ana Lee - Ou Isto ou Aquilo

Fecha-se uma porta ...abre-se uma janela... lá diz a Romana na sua lindíssima e nova canção...
E é... deve ser...assim:
Não tenho tido realmente pachorra... não tenho tido tempo ou vontade... se calhar estou a crescer, a aprender a viver, a digerir, a ultrapassar, a purificar...
Tou naquela do, não dever explicações, apenas e também e por si só, por as não ter... nem pra mim... Mas novidades... claro... há sempre novidades, queres saber ?!

Consegui por estes dias:

- Curar o meu filho de uma semana podre de febres inexplicáveis pela ciência...
- Falar com o meu ex marido mais de 4 dias seguidos, sem discutir... mesmo que só por dois minutos de cada vez...
- Recolher mais uns quantos amigos/ouvintes no meu armazém de vontade de me dar sem pedir nada em troca..
- Passar mais uma temporada no stress do trabalho que é fiscalizar obras publicas em ano de eleições, sem me apetecer matar ninguém, nem ao chefe...
- Sobreviver a mais uma cena triste cá em casa, com o meu pai, a ser levado uma vez mais pelo ódio que carrega no coração, para uma unidade psiquiátrica, depois de mais uma vez, desejar a morte e tentá-la, aos que o mais amam...
- Sobreviver a mais uma semana de espera e ainda, pela operação da minha mãe à cabeça...
- Arrebitar dos amuos impróprios a minha sobrinha difícil...

- Consegui passar pelo menos já duas semanas, sem ver televisão.
- Consegui beber uns copos, falar com amigos, rir-me brincar...cantar dançar, cantar cantar... ( só tenho pena de não conseguir encantar)

- Consegui, penso eu de que, despistar um desenganado que não me largava
- Falar com pessoas que há bué não davam notícias.
- Consegui recusar dar a minha casa de mão beijada, com todo o sangue frio e sem remorsos.
- Consegui borrifar-me para tudo o resto, por um dia, pelo menos...

- Olhar com olhos de ver para um pirata que me interessava apenas por saber que debaixo da máscara, também tem o ser... que respeito... não vou estragar, não vou tocar... mas agrada-me saber que existe...

- Consegui ficar calada, porque sim, e não reclamar, porque se calam pra mim, ou porque quando preciso de gritar não estão nem ai pra me ouvir...pra me abraçar....

- Consegui não levantar-me, mas pelo menos mexer-me... e lembrar-me muito mais docemente do que amo, e do que quero, e do que não tão urgentemente chamo... Consegui acalmar e deixar que quem queira, que se aproxime de mim...

- Posso estar a ceder, a vergar a envelhecer... quero lá saber... mas agora entendo que é preciso calma, até no mais fundo acto do desespero, embora ainda não o tenha aprendido a controlar ou a eliminar, ele resiste...mas está como eu...anestesiado....
- Não sei por quanto tempo com esse efeito...mas até esse desespero está do meu lado...

- Consegui deixar que me cantem a cantiga do bandido como se tivesse agora 18 anos, e sorrir... e descobrir que ás vezes, também é preciso deixar os outros sonhar... ou brincar connosco e deixar pensar que estamos a acreditar...
- Consegui cortar o cabelo que estava quase pelo cú, e ficar pelo pescoço (o que para uma gaija como eu, é uma grande aventura)

Pior que o que estava...não podia ficar e ... Apesar de tudo:
- Consegui animar-me....ver que mesmo sem ti, a minha vida é cheia.... cheia de coisas boas, e de coisas más... mas é a minha vida... e cá continuo, sim, sem ti... como sempre estive...(E se me quiseres, terás que ser tu, a querer entrar ou fazer parte desta minha vida...que eu cansei-me de pedir-te que me incluísses na tua, e de me manter ausente de toda ou qualquer outra espécie de "vida")
- Consegui achar que, nada mais tenho pra te dizer, e enquanto isso te magoar, porque a mim, doi demasiado, poderás pensar que realmente, alguma coisa, terás que fazer....

- Consegui deixar que me surpreendessem com um convite completamente inesperado, mas que me fez feliz, mesmo que nunca venha a efectivar-se.(Poesia e Música, sempre fizeram parte da minha vida... e se puder ajudar alguém que me admira, com isso... melhor... talvez peça ajuda ao chá de cebola... )

Hoje apetece-me apenas, antes de ir dormir... ouvir...
aqui:



1 comentário:

Mitsotaki disse...

ainda bem que algo de positivo acontece na tua vida...