28/02/2009

Disseste adeus...

"ser e nada" - pintura de Moisés Caciel
Disseste adeus...

... e aos poucos abandonas-me.

Sais de mim todos os dias.

Fragmentado, esfumado no silêncio das horas.

Sinto que partes.

Vejo-te ir.

E eu... esqueço-me de ti.




( e tu, já me esqueces-te?!
Não!... Não é o melhor pra mim !)

3 comentários:

Mitsotaki disse...

jamais esquecemos aqueles que nos são queridos por muita volta que o mundo dê...

Teresa disse...

Já não me lembrava de ter escrito isto... muito obrigada por me recordares!

Moisés Caciel disse...

Às vezes, criamos algo que acreditamos não ser possível às palavras expressar. Você soube, e isso coube à sua profunda sensibilidade, casar suas palavras com a pintura "Ser e Nada", que antes vagava no silêncio à procura de um olhar...

Com admiração,
Moisés Caciel