22/02/2009

...luz...


A mim não me ilumina,
O que os teus olhos vêm
Desilude-me, o que não encontram...
A luz que me guiava vinha de ti
Essa luz que fazias brilhar em mim
E que num sopro se foi
Quando viste luz noutros olhos...
Apagaste o que tinhas em mim
E nunca te iluminou
Nunca te guiou
Nunca te trouxe a mim ...
Então vai
E que a luz nunca te cegue
Como aos meus olhos fechou ...
Malu
Alcobaça 22 de Fevereiro de 2009

1 comentário:

Mitsotaki disse...

virá um dia em que o sol brilhará também pra nós...