04/11/2009

... sei lá de quê! ...




O meu mundo não é como o dos outros, quero demais, exijo demais; há em mim uma sede de infinito, uma angústia constante que eu nem mesma compreendo, pois estou longe de ser uma pessoa; sou antes uma exaltada, com uma alma intensa, violenta, atormentada, uma alma que não se sente bem onde está, que tem saudade… sei lá de quê!
Florbela Espanca

2 comentários:

Chris disse...

Eu tava lendo oque vc deixo e achei legal, embora triste ou confuso foi do meu jeito!! faz parte do meu blog e verá as mesmas coisas..Nada copiado tudo de mim..

Marta Luis disse...

oi chris, já visitei o teu blog... e esse sim é meio tristinho...

fica bem, contigo mesma primeiro, beijoca com vontade de que voltes sempre